segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Starbucks & Agosto

Na sexta passada, que ainda era agosto, estiveram uns loucos 18ºC, um ventinho de cortar a respiração e eu tinha umas duas horas para matar. Entra em cena: o Starbucks. 
Demorei ano e meio a entrar num aqui na terra, mas ele sabe melhor no momento certo. Dei por mim a discutir a minha panca pelo Starbucks (que tal como pelo Twitter é difícil de explicar) e lembrei-me de um texto que escrevi aqui há algum tempo. Continuo a pensar o mesmo que pensava na altura e o chocolate quente não desilude.




Nop, o meu nome não se escreve assim.

Sem comentários:

Enviar um comentário